Audiometria tonal e vocal: monitorar a exposição do trabalhador ao ruído é coisa séria


A audiometria é um exame que avalia a capacidade do paciente de ouvir sons. Existem dois tipos de audiometria: a tonal e a vocal.

A audiometria tonal avalia as respostas do paciente a sons puros, emitidos em diversas frequências, a fim de detectar se há perda auditiva e, quando houver, o grau e o tipo da perda.

A audiometria vocal avalia a capacidade de compreensão da voz humana.

Para que (e para quem) serve a audiometria?

Para o trabalhador exposto a ruído, a audiometria é um exame fundamental para monitorar seu estado de saúde ao longo do tempo de trabalho na firma. Esse exame ajuda a identificar se eventual perda auditiva tem ou não relação com a função exercida, além de ajudar a determinar maneiras de impedir que essa perda se acentue.

Para o empregador, é fundamental a sua responsabilidade em providenciar o exame na admissão, no periódico e no demissional. A audiometria serve de prova em processos trabalhistas em que o funcionário alegue ter perdido a audição por ter trabalhado na empresa. Caso o ambiente registre ruído acima do permitido pela lei, é o monitoramento da saúde do trabalhador que vai impedir qualquer dano mais grave.

Na Medin, os exames de audiometria são feitos por ordem de chegada, dispensando agendamento prévio.

Medin Medicina