O que é Segurança do Trabalho?

WorkSafety.jpg

Segurança Ocupacional

Avalia riscos no local se trabalho e evita acidentes que possam causar danos à saúde e à integridade física de funcionários e de outras pessoas 

A Segurança do Trabalho, também conhecida com Segurança Ocupacional, estuda a prevenção de acidentes do trabalho decorrentes de riscos ocupacionais de qualquer natureza (riscos específicos e inespecíficos).

As empresas também podem ser divididas quanto ao grau de risco ocupacional que oferecem aos seus empregados. Assim, temos empresas grau de risco I e II, que, de forma geral, apresentam riscos ocupacionais inespecíficos (riscos ergonômicos) e empresas grau de risco III e IV, com riscos inespecíficos e específicos.

Alguns exemplos de riscos específicos são: 

  • calor e ruído (riscos físicos);
  • contato com produtos químicos nocivos à saúde do trabalhador (riscos químicos);
  • contato com lixo hospitalar (riscos biológicos). 

No ambiente de trabalho, existem inúmeras situações passíveis de provocar acidentes do trabalho. Logo, a análise de fatores de risco em todas as tarefas e em todas as operações do processo é fundamental para a prevenção.

Entre os fatores de risco que provocam acidentes do trabalho, destacam-se:  eletricidade, máquinas e equipamentos, incêndios, armazenamento e transporte de materiais, manuseio de produtos perigosos, ferramentas manuais, contato com agentes biológicos, entre outros.

Destacam-se entre as principais atividades da segurança do trabalho:

  • Prevenção de acidentes;
  • Promoção da saúde;
  • Prevenção de incêndios.

 

SESMT

É a sigla de Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho, composto de Médico e Engenheiro do Trabalho; Técnico de Segurança e Enfermeiro do Trabalho. Essa equipe é responsável pelas políticas de prevenção de acidentes e doenças do trabalho. A lei brasileira obriga as empresa que apresentam grau de risco elevado e que empregam um grande número de empregados a terem a sua SESMT.